Relat Rio Norton 1

Relat Rio Norton 1

?SUMÁRIO
1- OBJETIVO …………………………………………………………………………………………….1
2-INTRODUÇÃO………………………………………………………………………………………..1
3- RELAÇÃO DE MATERIAL………………………………………………………………………..3
4- PROCEDIMENTO…………………………………………………………………………………..3
5- CÁLCULOS…………………………………………………………………………………………….7
6-CONCLUSÃO…………………………………………………………………………………………8
7-BIBLIOGRAFIA……………………………………………………………………………………….9

OBJETIVO DA PRÁTICA

Verificar experimentalmente, o teorema de Norton.

INTRODUÇÃO

Teorema de Norton
O teorema de Norton estabelece que qualquer circuitolinear visto de um porto pode ser representado por uma fonte de corrente (igual à corrente do porto em curto-circuito) em paralelo com uma impedância (igual à impedância do circuito vista desseporto).

A esta configuração chamamos configuração Norton.
Qualquer circuito, por complexo que seja visto desde dois terminais concretos, é equivalente a um gerador ideal de corrente em paralelo com umaresistência, tais que:
A corrente do gerador é a que se mede no curto-circuito entre os terminais em questão.
A resistência é a que se “vê” PARA o circuito desde ditos terminais, curto circuitando osgeradores de tensão e deixando em circuito aberto os de corrente.- (Coincide com a resistência equivalente Thévenin).

Aplicando o Teorema de Norton ao circuito da figura 6, nos ficará o seguintecircuito:

Onde temos curto circuitado os pontos X E da figura 6. A corrente que circula por entre estes dois pontos a chamaremos Ith e logicamente tanto faz à tensão V do gerador de tensão…