Fichamento Elementos sociologia e antropologia do direito Max Weber e Karl Marx

Fichamento Elementos sociologia e antropologia do direito Max Weber e Karl Marx

Fichamento: Elementos de sociologia e
antropologia para o direito
Sociologia de Max Weber (1864-1920)
Sociologia compreensiva da ação social
Seu objeto de estudo é a ação social, a ação individual direcionada a outro ou a outros,
realizada segundo interesse subjetivo. Nesse contexto, o mais importante é a maneira como o
indivíduo dá significado às suas ações e constrói com outros laços deinteresse. A sociologia
busca evidências que possam explicar causalmente certa ação, entendendo-a como resultante
de várias causas.
Tipos ideais
O recurso metodológico utilizado por Weber consiste na construção de tipos ideais que
servem como referência comparativa com a realidade.
Para ele, as relações sociais podem ser entendidas como relações de dominação. No tocante
ao ideal tipo, há três formaslegítimas de dominação: a legal (legitimada pela lei), a tradicional
(sedimentada pelos costumes arraigados) e a carismática (que se baseia fundamentalmente nos
dons individuais de seduzir multidões e arregimentá-las).
Poder, Dominação e Estado Moderno
O Estado consiste na formação de uma comunidade que se define pelo direito de monopólio
da violência em um determinado território. Direito de políciasignifica dizer que o Estado é a
única fonte de direito que pode usar a força física. O Estado baseado no direito racional é o
único, para Weber, onde se pode desenvolver o capitalismo na sua forma moderna.
Para Weber, não há como se distanciar totalmente ou construir um estudo neutro e objetivo
como defendiam os positivistas. A garantia de cientificidade é possível pelo método. A esta
postura,Weber denominou neutralidade axiológica. Não há como ser imune aos valores, mas
o cientista deve ser o mais neutro possível.
No estudo do capitalismo moderno, Weber analisa o fato de que os países mais desenvolvidos
economicamente serem, do ponto de vista religioso, os que aderiram à reforma protestante,
como Estados Unidos, Holanda e Inglaterra.
Ethos religioso e capitalismo
Weber apresentasentenças comportamentais destacadas por Benjamin Franklin, que seriam
sinais do espírito do capitalismo ou do modo americano de ganhar dinheiro. Estabeleceu-se
uma nova ética social por meio de expressões como “tempo é dinheiro”, que fazem parte do
ideal do homem honesto que se empenha no universo do trabalho como forma de enriquecer e
fugir do fracasso.
O homem virtuoso, nesta perspectiva ética,acumula dinheiro pelo trabalho e pela poupança,
pois não desperdiça o que ganha de qualquer jeito, principalmente com deleites mundanos. O
trabalho é visto como vocação, no sentido de que o homem passa a se sentir chamado,
convocado por Deus para um propósito.
Este processo de racionalização da vida favorece uma relação de dependência entre o homem
e os objetos por ele criados, como se as máquinas, asregras burocráticas, os horários, os
instrumentos, enfim, minassem a vida humana, causando, deste modo, o aprisionamento, o
surgimento de uma camisa de força ou jaula de ferro que tolhe do homem seu bem moderno
mais precioso, o sentimento de liberdade. Como nos filmes, nos quais máquinas assumem o
papel de sujeitos de suas vidas e se voltam violentamente contra os homens.
Sociologia de Karl Marx(1818-1883)
Trabalho como princípio de sociabilidade
O que garante a vida humana em termos de existência, tanto como espécie biológica quanto
realidade social, é o trabalho. Para Marx, através do trabalho o homem transforma a natureza
no sentido de construir condições concretas de sobrevivência, como abrigo, comida e tudo o
mais necessário à sua reprodução. Nestes termos, não pode ser entendidocomo uma atividade
como outra qualquer do homem, mas como condição imperativa sem a qual sua vida está
ameaçada.
Em qualquer lugar ou contexto histórico, o homem se constrói enquanto ser, enquanto grupo,
através das relações estabelecidas no âmbito do trabalho.
Trabalho significa relações sociais. O interesse intelectual de Marx consiste em entender as
relações de trabalho e como se concretiza…