Artigo

Artigo

?No planejamento turístico é ideal que haja a disponibilidade da hospitalidade para facilitar e impulsionar a chegada dos turistas ao certo local. É nesse contexto que Grinover (2007) ressalta quepara uma cidade hospitaleira dispõe de três dimensões fundamentais: a acessibilidade, a legibilidade e a identidade. Essas demonstram ao visitante a importância e o cuidado que os habitantes tem não sópara recebe-los e incluí-los naquele espaço, mas também para melhorar a cidade em que vivem.
A acessibilidade, como o nome já diz, é quando todos os tipos de turistas possuem uma estrutura de acessotanto ao espaço visitado, como também para usufruir das possíveis atividades existentes neste local. Essa está ligada à desenvoltura da cidade no ato de receber os turistas e de sua circulação no localque visitam, a partir da exibição de informações que ajude a guiá-los. Ela, de acordo com Grinover (2007, p.135, 140, 141):
“[…] pode ser considerada como a disponibilidade de instalações (levandoem conta os limites de capacidade dos equipamentos urbanos) ou de meios físicos, que permitem esse acesso (considerados ao mesmo tempo, os meios de transportes e o uso do solo), ou, ainda, deacessibilidade socioeconômica (levando em conta a distribuição de renda). […] A essência da cidade é justamente o estímulo à aproximação entre seus habitantes, o que cria as condições para a interaçãosocial e define o espaço urbano como público, acessível, lugar das diferenças, da heterogeneidade. Uma boa qualidade de vida e, portanto, de hospitalidade é condição para o desenvolvimento urbano, além deuma condição estratégica da cidade.”
Já a legibilidade é a imagem da cidade que vai repassar ao visitante uma mensagem sobre as características dela no quesito histórico, arquitetônico, cultural,entre outros. Ela irá formar um padrão visual que dará ao turista a ideia sobre a relação entre os habitantes e o seu espaço habitual.
Segundo Grinover (2007, p. 18):
“Por legibilidade, entende-se a…