Apresenta O De Economia Giffen

Apresenta O De Economia Giffen

?Apresentação de Economia

Bem é tudo aquilo que tem utilidade, com ou sem valor econômico.
Bem de Giffen
O Bem de Giffen está diretamente relacionado com a situação financeira, social e cultural de um indivíduo. É um bem inferior, e faz parte de bens básicos consumidos. O bem de Giffen é definido por um bem que, ao contrário da demanda costumeira, quando seu preço aumenta seu consumo tambémaumenta, tendo em vista a renda do indivíduo e tendo em vista que o bem é algo necessário a ele. Por exemplo, um indivíduo que dispõe de apenas 50 reais por semana para comprar carne, consome salsicha, que no caso é um bem de Giffen, de segunda a sábado, e no domingo consome outra carne “melhor”. Quando o preço da salsicha aumenta, o indivíduo deixa de consumir a carne no domingo e passa a consumirsalsicha todos os dias da semana, visto que este aumento do consumo de salsicha, mesmo com o preço mais alto, continua dentro do orçamento do indivíduo, ao passo que se ele deixasse de consumir a salsicha com o preço maior e consumisse a outra carne mais vezes, ele não teria dinheiro suficiente. Outro exemplo de bem de Giffen nacional, é o pãozinho. Mesmo que seu preço aumente, brasileiros,principalmente de classe social baixa, continuariam a consumi-lo porque não há nada que substitua o pãozinho cujo preço seja menor.
Um bem cuja demanda aumenta quando seu preço sobe e diminui quando seu preço desce, aparentemente contrariando a lei da demanda. Essa forma de comportamento dos consumidores foi verificada por Robert Giffen (1837-1910) ao observar que as famílias mais pobres compravammais pão à medida que seu preço aumentava. Isso acontece quando a magnitude absoluta do efeito renda (em relação aos preços) é maior do que a magnitude negativa do efeito substituição. Ou seja, embora mais caro, o pão ainda é o produto mais barato, o que faz que os consumidores deixem de comprar outros produtos (mais caros) de sua dieta para comprar mais pão. A elasticidade-renda da demanda para um“bem de Giffen” é negativa.
A validade prática do bem de Giffen é explicar como um bem mesmo tendo seu valor aumentado, continua fazendo parte da refeição de uma família. Pois a família que continua comprando o bem mesmo mais caro é porque não tem condições de comprar bens relativamente mais caros, ou seja, gastam mais com um produto que, no entanto não atrapalha o restante de seus gastos.
O efeitoGiffen
A lei da oferta e da demanda, que rege o mercado, é clara: de um lado, temos consumidores querendo comprar um determinado bem, e quanto mais pessoas querem comprar um produto que é escasso, mais caro ele se torna. Porém, quando um produto existe em abundância, seu preço baixa, e pode-se chegar ao ponto no qual a produção é tão grande que um determinado bem passa a existir em excesso nomercado, de modo que as pessoas nem têm vontade de comprar toda aquela produção, e a única maneira de vendê-la é baixar o preço.
Era de se esperar, portanto, que quando o preço de um produto qualquer subisse, a procura por ele caísse na mesma proporção, já que, tornando-se mais caro, o produto torna-se inacessível para a parcela mais pobre de seus consumidores tradicionais, e mesmo os compradoresque continuam a escolhê-lo, deverão comprar menos dele, já que está mais caro.
Mas existem exceções às leis do mercado, e uma delas é a dos chamados “bens de Giffen” (Giffen goods), cuja descrição aparece pela primeira vez no livro “Principles of Economics”, escrito no século XIX por Alfred Marshall. O autor do livro atribui a idéia a Sir Robert Giffen, um economista e estatístico escocês.
Ostais “bens de Giffen” são produtos cuja demanda AUMENTA quando seu preço sobe, porque os consumidores deixam de adquirir produtos que servem-lhe de substituto em decorrência desta escalada de preços, contrariando o princípio básico segundo o qual o preço maior deveria fazer a venda cair.
Um bom exemplo desta teoria dá-se com o pão. Muitas famílias têm o costume de comer uma refeição de “comida…