A Import ncia da Inform tica para a Administração

A Import ncia da Inform tica para a Administração

?UNICEP – Centro Universitário Central Paulista
Curso de Administração
Turma B
INFORMÁTICA
Prof. José Eduardo Reis
A Importância da Informática para a Administração
Pedro Otávio Mamoni
RA:3103000

1º semestre – 2014
“Que a informática é importante para a administração isso é algo totalmente incontestável. Através da informática é que se consegue agilizar, desenvolver, divulgar,visualizar e dar mais exatidão nos resultados das empresas, que antes demorava muito tempo para ser concluído e sem resultados tão precisos como se pode adquirir hoje. A importância da informática étanta que influencia até mesmo o perfil do profissional moderno, que tem que ter hoje, como exigência da grande maioria das empresas, pelo menos uma base de conhecimentos de operação de computadores.”(MARIA CLARA, 2009).
“A cada dia que passa, a informática vem adquirindo cada vez mais relevância na vida das pessoas e nas empresas. Sua utilização já é vista como instrumento de aprendizagem e suaação no meio social vêm aumentando de forma rápida entre as pessoas. Atualmente nenhuma empresa pode ficar sem o auxílio da informática, é através dela, que tudo é resolvido. O mundo estáinformatizado, a informática talvez seja a área que mais influenciou o curso do século XX. Se hoje vivemos na Era da Informação, isto se deve ao avanço tecnológico na transmissão de dados e às novasfacilidades de comunicação, ambos impensáveis sem a evolução dos computadores.” (DANIEL PAULINO DE SOUZA, 2009).
“A informática está presente em quase tudo o que fazemos tanto na vida pessoal quantoprofissional. Nos dias atuais, a expressiva maioria das empresas utiliza a ferramenta em pelo menos alguma parte do processo organizacional. A informática mantém a sociedade informada e não se pode negar quefoi a grande influência do século XX. A comunicação tornou-se fácil com o avanço tecnológico, as transformações são cada vez mais rápidas e precisamos acompanhar tal evolução, ou não. É óbvio que a…