2624 IPT Teoria Cor 1

2624 IPT Teoria Cor 1

Manual de Teoria da Cor em Fotografia

(excertos)

Autores:

Manuel Silveira Ramos
e
José Soudo

Introdução 3
1. Luz e Cor 4
2. Temperatura de Cor 4
3. Os suportes fotossensíveis 5
3.1. Os suportes electrónicos 6
3.2. Os suportes analógicos 6
3.3. Comentários breves sobre a emulsão fotográfica a cores 7
4. Filtros 8
4.1. Filtros para equilíbrio de temperatura de cor 94.1.1. Filtros correctores 9
4.1.2. Filtros conversores 11
4.1.3. Sobre o sistema Kodak 11
4.1.4. Escala Mired 12
4.2. Os termocolorímetros 14
5. As cores 15
5.1. O nome das cores 15
6. Os filtros CC 17
6.1. Cores complementares 18
6.2. Filtragem com CC 18
6.2.1. A dominante 19
6.2.2. O cartão neutro de 18% de reflexão 20
6.2.3. Redução do número de filtros e anulação de 20
7. Fotografia prática 227.1. Espectros descontínuos 22
7.1.1. Casos de Estudo 23
7.2. Iluminação diurna 26
7.3. Iluminação sob luz de tungsténio 27
7.4. Iluminação exterior nocturna 27
7.5. Problemas com iluminação mista 28
7.6. O flash portátil como auxiliar no controlo cromático 28
8. Exercícios finais 29
9.Glossário………………………………………………………………………………………………………..31
10. Bibliografia……………………………………………………………………………………………………40
11. Sítios na Internet…………………………………………………………………………………………..41

Introdução
Este manual é orientado para um processo de ensino/aprendizagem na área da fotografia documentale de reportagem.
Abordam-se as matérias constituintes das relações físicas e sensoriais entre visão humana e reprodução da cor em estreita correlação teórica com as realidades contemporâneas da “Fotografia Digital” .
Estudaremos, no entanto, as questões da cor numa perspectiva exclusivamente analógica, fornecendo as competências autónomas necessárias ao trabalho em película. Queremos que estesconteúdos contribuam, enquanto introdução conceptual e exercício visual, para um trabalho aplicado em fotografia digital, desenvolvido em manual próprio.
Glossário, bibliografia e lista de moradas para consulta via internet, estão disponíveis nas últimas páginas deste auxiliar de formação.

1. Luz e Cor
Objectivo: informar sobre a realidade psicofísica da cor.
As cores não têm realidadefísica – são sensações. É a luz, energia electromagnética, oscilando entre as bandas visíveis dos 400 aos 700 nanómetros de comprimentos de onda, que nos estimula as sensações a que chamamos cor.
Fenómeno psicofísico, a cor convida-nos, por isso, a dois tipos diferentes de considerações – as que abordam as formas e mecanismos sensoriais da visão humana e as que estudam a realidade física dosestímulos energéticos.
Com base na teoria oscilatória dos comprimento de onda, sabe-se que a luz “branca” emitida pela grande maioria dos iluminadores – o Sol, as lâmpadas de incandescência, o fogo, etc. – contém todos os comprimentos de onda visíveis misturados.
Conforme varia o comprimento da onda, diferem as nossas sensações cromáticas.
Entre os 400 e os 700 nm, o nosso sistema de visãoexperimenta todas as sensações cromáticas possíveis.
Fig. 1 (desenho)
(Legenda:) Comprimento de onda electromagnética.
Fig. 2 (desenho)
(Legenda:) Espectro electromagnético com zona visível em evidência.

2. Temperatura de Cor
Objectivo: Conhecer as bases da quantificação da qualidade fotográfica da luz.
Há dois fenómenos físicos da maior importância para a formação do conceito básico que nospermite qualificar a luz para utilização fotográfica.
O primeiro, é o facto de um corpo aquecido a temperaturas suficientes se tornar radiador, emitindo sempre, luz composta por todos os comprimentos de onda visíveis, dos 400 aos 700 nm. Em termos sensoriais, diremos que a luz emitida pelo aquecimento dos corpos contem em si todas as cores.
Ao conjunto de radiações emitidas por um iluminador…